Retratos, 1915-17 (EUA).

Entre as obras que fomentaram as polêmicas em torno da lendária exposição de 1917, certamente estão muitos dos retratos pintados por Anita.

A estudante russa. 1915. óleo s/ tela (76x61). Col. Mário de Andrade, Instituto de Estudos Brasileiros da USP, SP.

Tanto nas paisagens quanto nos retratos, a cor é o principal instrumento da jovem Anita Malfatti. A obra O homem de sete cores revela essa preocupação intensa, e essa técnica também irá produzir grandes telas como A boba.

O homem de sete cores. 1915-16. Carvão e pastel s/ papel (60,7x45). Col. Roberto Pinto de Souza, SP.

A boba. 1915-16. Óleo s/ tela (61x50,5). Col. Museu de Arte Contemporânea da USP, SP.

Anita utilizava modelos que posavam na Independent School of Art em troca de alguns dólares. Essas pessoas, sem nenhuma ligação com o mundo artístico, serviriam como modelos para obras como A mulher de cabelos verdes e O homem amarelo, obra que fascinou Mario de Andrade, quando este sequer conhecia Anita.

A mulher de cabelos verdes. 1915-16. óleo s/ tela (61x51). Col. Ernesto Wolf, SP.

O homem amarelo. 1915-16. óleo s/ tela (61x51). Col. Mário de Andrade, Instituto de Estudos Brasileiros da USP, SP.

Nessas obras, assim como em Uma estudante, Anita revela o seu interesse em retratar o estado psicológico dos seus modelos. O uso de certa deformação moderada, fugindo dos modelos clássicos, causou grande alvoroço em Monteiro Lobato e na elite provinciana de São Paulo.

Uma estudante. 1915-16. óleo s/ tela (76,5x60,5). Col. Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand, SP.

Anúncios

17 Comentários

Arquivado em Uncategorized

17 Respostas para “Retratos, 1915-17 (EUA).

  1. defhjkllçjmjklgdfv

    doidoooooooo;………….

  2. eu acho bem interesante as obras de Anita Malfatti,mesmo que algumas pessoas não achem as obras dela interesante eu acho! as obras dela são diferentes e um pouco estranhas mais eu acho que as obras dela tem algo que faz a gente pensar… exemplo: será porque ela quiz desenhar isso será porque ela deu esse nome a obra! eu queria conhecer artistas antigos como ela mais já que não tem como eu conhecé-la eu prefiro saber da história dela que é bem interesante que nem todasas obras dela!

  3. franciele

    eu desenho melhor

  4. como é bom esse site me ajudou a fazer meu trabalho de ARTES.Obrigado

  5. ola meu nome e niara scarlet gostei da obra anita malfatii por que ajudou a fazer meu trabalho de artes valeuuuuu

  6. hestefany santana

    muito lindos esses quadros
    (8)”
    perfeitos , bem interessante eu creio que é feito com muito amor ….
    anita malfatte nao ligou pra dificuldades e correu atraz do seu sonho …
    se vc tem um sonho nao ligue nao olhe pro problema, vai atraz do que vc tem vontade de fazer….
    essa é a mensagem que eu deixo pra vc…
    eu agradeço muito a anita por ter deixado sua mensagem…..

  7. Pingback: MAM – Obra “Uma estudante” – Postado por Érico – Nº10 – 7ºG

  8. amanda

    muito legal ajudou no meu trabalho!!!!!!!!!!Mas é linda as obras mesmo pelo simples fato de ser um pouco estranhas

  9. Ana Luiza Ramos

    Gostei muito, me ajudou no trabalho de arte. valeu obg

  10. Tem um trecho bem legal do “Nacional Estrangeiro” de Sergio Miceli que eu gostaria de acrescentar aqui.
    “‘A estudante russa’, ‘Uma estudante’, ‘A Boba’, ‘A mulher de cabelos verdes’ constituem flagrantes dramáticos que exploram aspectos e dimensões complementares do repertório de posturas corporais, faciais e afetivas das mulheres imigrantes de seu círculo familiar de sociabilidade. Ainda que estejam lastreados em poses e traços de pessoas estranhas a esse ambiente, todas as partes do corpo e da roupa estão preenchidas pelas cores de suas emoções e experiências, servindo de suporte às posturas, à movimentação corporal e gestual, à maneira instrumental de se vestir, aos penteados, ao ritmo, aos embalos e aos tratos do corpo, à melancolia cavada dos olhares moldados pelas rotinas caseiras, como que recuperando, em chave artística, sua vivência. “

    • Ah, tem outra coisa:
      A Mão Esquerda. Todas as mulheres retratadas nestas obras têm a mão direita sobre a mão esquerda. Anita tinha deficiência na mão esquerda. Marta Rossetti Batista acredita que, principalmente a obra “A estudante Russa”, é um verdadeira auto-retrato da artista; e é possível ver também esse tratamento de mãos cortadas e escondidas nas demais composições mencionadas.

      • Muito interessante seus comentários, Gabriela. De fato, é recorrente Anita representar seus retratados com uma das mãos escondida sobre outra mão, ou cortada pela extremidade da tela, mesmo quando se trata de alguém não anônimo, como da escritora Fernanda de Castro.

        Estes detalhes podem não ser somente algo auto-biográfico, mas também uma mensagem muito mais profunda sobre a personalidade de Anita, que possui uma obra tão intimista e emotiva.

      • Além disso, aproveito para dizer que o blog está sem atualização há muitos anos (já que ele é um repositório de imagens, não necessariamente necessita de atualização), mas se alguém quiser colaborar com qualquer tipo de produção (novas imagens, estudos ou outros textos relacionados a Anita), o blog está de portas abertas para receber colaborações de seus visitantes.

  11. eu apenas gostaria de dizer para as pessoas que não entende o significado das obras que não falassem bobagem do trabalhos artístico da Anita porque são belos …..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s